ACESSE O LEGNET 🔒

11/10/2017 | Tempo de leitura: 2 minutos

img class=alignnone size-medium wp-image-4607 src=https://www.legnetbrasil.com.br/wp-content/uploads/2017/10/2645-300×296.jpg alt=projetos de segurança contra incêndio e pânico das edificações e estruturas width=300 height=296 />

A nova Portaria do Comando Geral nº 099, de 31ago2017 padroniza o processo de recebimento de projetos de segurança contra incêndio e pânico das edificações e estruturas, junto ao Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco (CBMPE), que passa a exigir a apresentação obrigatória do Projeto de Segurança Contra Incêndio e Pânico, segundo o COSCIP, nos casos abaixo relacionados, bem como sua apresentação durante a entrega dos documentos exigidos para regularização da edificação junto ao CBMPE: Edificações/estabelecimentos com área construída acima de 750m²; Edificações de Reunião de Público com área construída acima de 250M², de acordo com o Art. 15 do COSCIP/PE; Edificações de Reunião de Público, independente da área construída quando houver controle e/ou restrição de acesso de público, mediante qualquer sistema de contagem; Edificações que possuam central de Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) e/ou abastecimento por Gás Natural (GN) independentemente de área Construída; Eventos Temporários com área Construída e/ou montada acima de 250M²; Eventos Temporários, independente da área construída e/ou montada quando houver controle e/ou restrição de acesso de público, mediante qualquer sistema de contagem; Estabelecimentos Escolares, Templos Religiosos e Residenciais Transitórias, acima de 250M² de área Construída; Postos de Combustíveis e locais de revenda/comercialização de GLP, com exceção das classes 1 e 2; Estabelecimentos que possuam sistemas fixos de Prevenção e Combate a Incêndios, tais como: hidrantes, chuveiros automáticos, detecção e alarme de incêndio, dentre outros, independente de área construída;  Estabelecimentos que possuam, de acordo com a natureza da atividade, qualquer tipo de produto explosivo, excetuando-se os pontos de vendas de fogos de artifício em regime temporário, desde que atendam à Norma Técnica NT-CSAT nº 003 de 23FEV05;/p

Esta norma revoga a Portaria do Comando Geral nº 091, de 06 de abril de 2017, publicada no Boletim Geral Eletrônico nº 069, de 10 de abril de 2017 e a Portaria do Comando Geral nº 094, de 16 de junho de 2017, publicada no Boletim Geral Eletrônico nº 116, de 21 de junho de 2017.

Sistema de Gestão Integrada LegNet

ISO 9001 ISO 14001 ISO 45001